ajudinha informatica

blog com dicas e ajuda em informatica e conhecimentos em geral

Dicas basicas

Dicas basicas

Antes de mais nada, quero esclarecer que se você usa seu computador como um mero passatempo, um brinquedo quase, o melhor que tem a fazer é não ler este artigo sem perder seu precioso tempo na leitura.

Mas se você tem no computador um aliado no seu trabalho ou em alguma atividade que possa ser considerada como SÉRIA, estou certo que haverá muita coisa útil para você no que escrevo a seguir.

1ª Dica: Não sinta medo de usar a versão do Windows mais moderna que seu equipamento consiga suportar. Você vai sofrer no começo, vai apanhar, mas depois a segurança e a economia de tempo na operação vão lhe recompensar sobejamente. Parta do princípio de que a Microsoft não iria gastar BILHÕES de dólares para fazer um produto pior que sua versão anterior. Até hoje, entre todas as pessoas que conheço, a maior razão para não fazer um up-grade é a preguiça de aprender a novidade.

2ª Dica: Use sempre a maior resolução de tela que seu Monitor e a respectiva Placa de Vídeo permitirem. Quanto maior a resolução, maior área de trabalho, você disporá numa planilha, num editor de textos, ou num programa gráfico. Isso lhe poupará o trabalho de ficar rolando a janela para cima e para baixo, para conseguir enxergar o que deseja.

Mande fazer um par de óculos para perto de lente inteira, use-o sempre, pois isso evitará que você tenha que jogar a cabeça para trás para olhar pela base da lente, o que em poucos minutos lhe causará uma dor nas costas. Em pouco tempo você se acostumará a trabalhar com a resolução de 1024 X 768, que a maioria dos monitores modernos aceita.

3ª Dica: O Menu “Iniciar” lhe dá um acesso relativamente rápido a todos os programas instalados no seu computador. Por isso, leve para a Área de Trabalho (Desktop) e para a Barra de Inicialização Rápida (Quick Launch) apenas atalhos dos Programas ou links que você usa a todo instante, várias vezes por dia. Se você pretende arrastar e soltar algum arquivo para abri-lo com um determinado Programa, coloque-o na Área de Trabalho. Por exemplo: Media Player, Gravador de Som, Winzip, Impressora e o Bloco de Notas. Se você irá primeiro carregar o Programa para depois abrir algum arquivo dentro dele, então coloque na Barra de Inicialização Rápida.

Coloque em apenas um dos dois locais, evitando uma duplicidade desnecessária. Por exemplo: Acesso ao Provedor da Internet, Outlook Express, Internet Explorer, Windows Explorer, Link para o Site do seu Banco, Controle de Som, o Photo Editor, Controle da WebCam, Programa de Gravação de CD, Acesso ao MSN e ao ICQ, etc. deverão ficar na Inicialização Rápida.

4ª Dica: Os seus olhos, ouvidos, olfato, tato, paladar no Windows você consegue com o Windows Explorer. Aprenda a utilizá-lo com todos os seus recursos e mantenha-o carregado desde que inicia sua sessão de trabalho, até encerrá-la. Minimize-o apenas, quando ele estiver sem uso, mas não o feche. Se você não sabe usar o Windows Explorer, ou não gosta, está deixando de usar no mínimo 70% dos recursos do seu micro.

Quanto mais tempo você perder para bem organizar as árvores de diretórios dos seus HD’s mais tempo ganhará na hora de acessar e localizar arquivos e programas, no seu dia a dia. Acima de tudo, evite duplicidades ou diretórios que mais tarde lhe deixem em dúvida sobre em qual deles deverá ser salvo este ou aquele arquivo.

5ª Dica: Sempre que puder, antes de desligar seu micro, deixe seu Outlook Express ZERADO. Ou seja, sem nenhuma mensagem nele. Um Outlook cheio de mensagens, é o mais pesado fardo que um processador de CPU e uma memória RAM necessitam carregar na operação de um micro. Ao receber um novo lote de e-mails, dê uma olhada superficial em todo o conjunto.

Apague logo os que não lhe interessarem. Em seguida, leia os que lhe interessarem, mas se você não pretende nem responder nem reenviar, apague. Responda ou reenvie a seguir os que merecerem tal providência. Mas se você não pretende conservar, apague. Até agora resista galhardamente à tentação de deixar alguns para depois, na pasta Rascunhos do Outlook. O que você pretender salvar, tendo ou não respondido ou reenviado, salve no seu HD, de forma coerente e organizada, e em seguida apague. Pronto: seu Outlook está limpinho, e a sua consciência de internauta, mais ainda.

6ª Dica: Se você tem uma lista grande de correspondentes de e-mail, é interessante reuni-los em grupos com características semelhantes; por exemplo: Colegas de Trabalho, Parentes, Amigos do Clube, Companheiros de Faculdade, etc. Isto lhe economizará o tempo de digitar os destinatários de seus e-mals um por um.

7ª Dica: A maioria dos internautas não possui sistema de Banda Larga e levará muito tempo baixando e-mails com centenas de kilobytes. O tamanho máximo para um e-mail, incluindo seus anexos, som de fundo, etc, deverá ser inferior a 200 kilobytes. Só crie ou reenvie e-mails maiores se realmente for coisa que valha a pena. Assim você evitará o risco de ser bloqueado nos computadores dos seus amigos.

8ª Dica: Na Internet a linguagem, os temas e as imagens são a maioria das vezes muito livres. Verifique sempre para quem está enviando certos materiais e se não causará constrangimentos ou contrariedades a quem irá receber.

9ª Dica: Tome cuidado com os vírus, mas não se torne psicótico nem hipocondríaco com isso. E nem use programas que desconfiem de tudo que circula pelo seu computador. Esses programas interrompem a todo instante o processamento e o micro fica lento demais.

Um ótimo e eficiente programa que tenho usado e tem me dado a mais absoluta cobertura, inclusive contra e-mails infectados é o AVG, versão Free, que pode ser baixado em: http://www.grisoft.com.

10ª Dica: O Mouse é um dispositivo maravilhoso, economiza tempo e complexidade de forma notável. MAS… por outro lado, seu uso inadvertido, ou seja uma clicada no Mouse, estando seu ponteiro da tela em lugar errado, pode causar transtornos incalculáveis, tais como por exemplo, ocultar o ADDRESS BOOK do Outlook, o que é uma das coisas mais fáceis e freqüentes de acontecer. Por sorte fácil também de corrigir.

Por isso, se você ainda é inexperiente, use o Mouse com muita atenção e cuidado.

11ª Dica: A primeira providência a tomar quando algum programa ou todo o micro apresentarem um comportamento irregular, antes de desesperar ou chamar uma Assistência Técnica é dar o boot no computador, ou seja, reiniciá-lo, de preferência através do Menu Iniciar. Mas em caso de travamento total, o jeito é usar o botão do gabinete. Em 90 % dos casos, o problema irá desaparecer.

12ª Dica: Nunca utilize um Protetor de Tela (screen saver) pois ele é um Programa com o qual terão de ser compartilhados os recursos do micro em regime de multitarefa. Impressões, gravacões de CD’s etc, ficarão mais lentas. Use como protetor de tela a opção: nenhum. Nesse caso, quando o monitor apagar dentro do prazo estabelecido, ficará apenas uma tela preta feia, porém funcional.

Comentário Final: Não espere milagres do seu micro. A Informática melhora o que é bom e piora o que é ruim. Se você é organizado, eficiente e metódico, com seu micro ficará mais ainda. Mas em contrapartida, a vida do bagunceiro vai ficar mais bagunçada, a partir do momento em que ele se informatizar.

12 de junho de 2009 Posted by | dica, dicas | Deixe um comentário

18 Complementos Essenciais do Firefox

18 Complementos Essenciais do Firefox

Acredito que vai demorar um bom tempo para que o Google Chrome venha a ter as funcionalidades e facilidades que o Firefox oferece.

Por falar nisso, deixo aqui para vocês a sugestão para fazer o download de 18 excelentes complementos (extensões) do Firefox:

Imagem de visualização de Download StatusbarDownload Statusbar – permite acompanhar e gerenciar os downloads feitos a partir do Firefox, abrindo um pequeno quadrinho no rodapé do navegador, sem necessidade de uma irritante janela pop-up.
Imagem de visualização de ScribeFire Blog EditorScribeFire Blog Editor – permite postar no blog de uma maneira intuitiva, simples, sem precisar fazer login no Blogger ou em algum outro servidor de blogs.
Imagem de visualização de FireShotFireShot – esse é sensacional. Captura a janela aberta do navegador com todas as ilustrações e textos, e ainda abre um editor de imagens, permitindo fazer modificações e salvar o material capturado.
Screengrab! – também permite a captura de toda a área visível do browser ou de determinada região do monitor, salvando-a como uma figura do tipo .jpg ou .png.
Imagem de visualização de Morning CoffeeMorning Coffee – você aperta um iconezinho em forma de xícara e, instantaneamente, todas as páginas que costuma acessar diariamente são abertas em abas independentes.
Imagem de visualização de GspacegSpace – faz com que a sua conta do gmail seja utilizada como um disco virtual. Você não vai mais precisar de pen-drives para transportar arquivos de casa para o trabalho ou vice-versa.
Imagem de visualização de Cooliris (formerly PicLens)Cooliris (ou picLens) – permite a visualização de imagens de alguns sites (como o Google Imagens e o Flickr) em painel moderno, futurista.
Imagem de visualização de StumbleUponStumble Upon – um simples clique no botãozinho do Stumble e você será levado para uma página aleatória, que outros usuários consideraram interessante. Com essa extensão, você vai descobrir milhões de coisas na internet que antes nem sabia que existia.
Imagem de visualização de Foxmarks Bookmark SynchronizerFoxmarks (Sincronizador de Favoritos) – uma das melhores. Permite sincronizar seus favoritos em diversos computadores, de maneira prática, silenciosa. Você não faz quase nada. Todos os seus favoritos aparecem nos computadores que você utiliza e são modificados ou acrescentados na medida em que há alterações em alguma das máquinas em que o foxmarks está instalado.
Imagem de visualização de Autofill FormsAutofill Forms (Preenche Formulários) – é ideal para quem vive preenchendo formulários com coisas repetitivas.
Imagem de visualização de CustomizeGoogleCustomize Google – Aprimora os resultados de busca do Google e remove propagandas e spam.
Imagem de visualização de Video DownloadHelperVideo Download Helper – baixa vídeos de uma infinidade de sites no formato .flv, tais como o Youtube e muito outros.
Imagem de visualização de Email This! Bookmarklet ExtensionEmailThis – esse é imperdível. Um botãozinho é colocado na sua barra de favoritos e, com um simples toque, você envia o link da página aos seus amigos, através do gMail, do Yahoo!Mail e outros.
Imagem de visualização de Favicon Picker 3Favicon Picker – associa aos favoritos que estão na barra superior do browser uma pequena figurinha, chamada favicon, para melhor visualização.
Imagem de visualização de FEBEFEBE (Backup / Sincronizador de Extensões) – faz o backup de todas as extensões do Firefox periodicamente, para que você não tenha trabalho de instalar tudo novamente quando trocar de computador ou reinstalar o sistema operacional.
Imagem de visualização de FireGesturesFire Gestures – permite executar vários comandos apenas com gestos do mouse. Por exemplo: fechar janelas, abrir uma nova aba…
Imagem de visualização de GButtsgButts – mostra os botões dos utilitários do Google que você mais utiliza, na sua barra de favoritos. Ideal para quem não gosta de instalar a barra de ferramentas do Google.
Imagem de visualização de gTranslategTranslate – traduz o texto selecionado em determinado site utilizando o Google Translate.

Existem muitos outros excelentes complementos para o Firefox, cada um deles adequado a uma determinada utilização. Se alguém tiver alguma sugestão, por favor, deixe seu comentário.

22 de maio de 2009 Posted by | dica, dicas | Deixe um comentário

Quinze dicas não documentadas sobre o Firefox que vão tornar sua experiência na internet mais agradável

Quinze dicas não documentadas sobre o Firefox que vão tornar sua experiência na internet mais agradável

Dicas para Mozzila Firefox
Enquanto o Internet Explorer continua sendo o navegador mais popular, existe uma razão pela qual muitos profissionais de TI – e dentre esses, muitos leitores de PC World – o tenham trocado pelo browser da Mozilla: controle.

O Firefox simplesmente oferece mais caminhos para personalizar a navegação, deixando que você resolva muito mais coisas num tempo menor.

Dentre as inúmeras facilidades que o programa oferece, selecionamos 15 dicas para você extrair o que há de melhor no Firefox.
Mantenha as abas em seu devido lugar
Uma das características mais apreciadas no Firefox é sua capacidade de exibir múltiplas páginas que você está visitando apenas clicando nas guias ou abas.

Mas você não precisa navegar pela barra de ferramentas para abrir uma nova guia; em vez disso, pressione +T para abrir uma nova guia em branco e digitar o endereço (o cursor já estará posicionado na caixa de endereços).
Para abrir um link na nova guia, clique com o botão direito sobre ele e selecione Abrir link em nova guia.
Você pode ter links, que normalmente abririam uma nova janela, em uma nova guia: selecione Ferramentas, Opções e clique no ícone Guia; escolha Nova guia e dê OK.


Para mover-se entre as guias pelo teclado, pressione + para abrir as guias à direita; ou ++ para ir à esquerda. Você também pode reorganizar suas abas bastando arrastá-las com o mouse.

Organize os bookmarks
Se você cria muitos bookmarks, mas não os mantém atualizados, suas páginas marcadas serão tão difíceis de achar quanto páginas desmarcadas.
Bookmarks são mais fáceis de gerenciar se você os coloca em pastas identificadas no menu Bookmarks. Por exemplo, salve enciclopédias online e outros sites referência em uma pasta chamada “Referência”.

Para organizar seus bookmarks, selecione Bookmarks, Organizar Bookmarks, para abrir o assistente. Lá você pode criar novas pastas, arrastar bookmarks para novas localidades e fazer outras mudanças.

Encontre um bom lugar para seus novos BookmarksUma vez que seus bookmarks estão em ordem, você irá mantê-los organizados colocando novos bookmarks em pastas apropriadas.
Quando quiser marcar a página atual, selecione Bookmarks, Criar Bookmark, ou pressione +D.


Na caixa de diálogo Adicione Bookmarks, clique na seta do menu para baixo para ver uma lista das pastas em que você tem colocado recentemente bookmarks novos.
Mas se você não vir a pasta desejada, clique na seta para baixo ao lado direito da opção Criar. Isto expande a caixa de diálogo do Adicione Bookmark, permitindo que você selecione qualquer pastas, ou crie uma nova. Quando estiver pronto, clique OK.

Deletar Bookmarks Inativos
Mesmo que organizados bem, uma extensa lista de bookmarks não ajuda se você tiver de ficar procurando o atalho que você necessita.

Se um submenu do Bookmarks tiver muitas entradas, clique com o botão direito e selecione Abrir tudo em guias. Como o nome implica, este comando abre cada Bookmark listado na pasta, em uma aba nova.

Se em alguma aba aparece algo como 404 não encontrado, a página não está mais disponível. Clique na aba, anote o URL na barra de endereço, e delete o atalho correspondente do menu.
Se você não puder verificar a URL pelo Bookmark, você pode geralmente adivinhar qual está com a conexão ruim, observando quais os outros que estão ao lado dele (as abas abrem na ordem que os Bookmarks estão listados). Ou clique com o direito em Bookmark, selecione Propriedades, e compare o URL no bookmark com o que está na aba.

Para fechar todas as janelas e só manter uma, clique com o botão direito na página que quer manter aberta e selecione Fechar outras guias.

Se você acidentalmente fechou uma página que não queria, pressione ++T para trazê-la de volta.

Ganhe tempo com atalhos
Um jeito infalível de melhorar a velocidade de sua navegação é deixar seu mouse de lado e controlar o Firefox pelo teclado. Aqui estão algumas dicas úteis (mas nem sempre óbvias):
Para entrar a URL ou procurar por um na barra de endereço, pressione +L.

Ao digitar um domínio na barra de endereço, não se preocupe em adicionar “.com”. Em vez disso, pressione + para inserir esse sufixo e ir para a página desejada. Outros endereços: “.org”, use ++; “.net”, +.
Para entrar com os critérios de busca dentro da barra de pesquisa, pressione +K. Depois pressione e a seta para baixo ou para cima, para escolher a página de pesquisa disponível.

Para procurar textos na página utilizada, pressione +F para abrir a caixa Localizar, ou apenas pressione “/” (a tecla da barra) para chegar ao mesmo destino. Qual a diferença? A primeira oferece algumas opções básicas de busca; já o segundo nada além da caixa de texto para entrar com o termo a ser pesquisado. Para localizar a próxima ocorrência, pressione .

Dois atalhos para ajudar a leitura
Para aumentar e diminuir o tamanho da tela, pressione . E para aumentar e diminuir o tamanho da fonte, pressione += e +-, respectivamente.

Melhor opção para o Google Search
Uma das características as mais legais do Firefox (também não documentada) é sua habilidade de procurar um termo diretamente pela barra de endereço.

Se você digitar um termo qualquer na barra de endereços e teclar Enter, o browser redireciona para o Google e busca aquele termo automaticamente.
Mas atenção: estes resultados são os que provêm do Estou com sorte do Google. Assim, você é remetido à página mais popular que combina seus critérios. Somente se não há nenhum vencedor que será listado tudo que for encontrado.
Se você prefere não confiar à sorte ao Google, mude este ajuste editando os arquivos de configuração do Firefox. Este é um arquivo importante, então faça um back-up primeiramente — veja abaixo “Back up do Firefox Registry” para detalhes.

Com seu back-up no lugar, digite about:config na barra de endereços do Firefox e pressione Enter. No campo do filtro da página resultante, clique em Keyword (você não terá que pressionar Enter esta vez).
Dê duplo clique em keyword.URL, irá aparecer o link: http://www.google.com/search?btnG=Google+Search&q=. Clique em OK.

Agora quando você digitar um termo para busca na barra de endereço, você terá a página completa com os resultados da pesquisa, como você você tivesse feito essa busca diretamente na página do Google.
Se você decidir depois que deveria confiar no Google, você pode reverter repetindo os mesmo passos do item anterior, porém o link que deverá aparecer é: http://www.google.com/search?ie=UTF-…lient&gfns=1&q=.

Back up do Firefox Registry
A tela de about:config do Firefox é como a do Windows Registry — contém informações importantes, mas é lento e perigoso de mexer em seu conteúdo.

Então mantenha-o seguro fazendo o back-up da configuração antes de fazer qualquer mudança em seu conteúdo.


Para tal, feche o Firefox, selecione Iniciar, Executar (ou somente Iniciar no Vista), digite %appdata%\mozilla\firefox\profiles, e pressione Enter.

A janela resultante do Windows Explorer conterá um arquivo com um nome muito estranho, como 4hw0enat.default. Abra essa pasta, e copie então o arquivo prefs.js para um local seguro.

Melhor ainda, certifique-se de que a pasta dos perfis está incluída em sua rotina diária de back-up regular. Caso algo de errado e o Firefox deixe de funcionar, feche o programa e copie o backup de prefs.js para sua posição original.

Adicione na barra de busca
Você pode adicionar, remover e organizar os serviços listados na barra de busca no canto direito da janela do Firefox.

Para fazer isso, clique na área à esquerda da caixa de busca e selecione Controle dos Motores de Busca no menu abaixo que aparece a esquerda. Na caixa de diálogo do Controle dos Motores de Busca, clique Mais Motores de Busca para ver uma lista de serviços de busca disponíveis.


Para adicionar um, selecione-o e clique em Adicionar. Se você quiser que o Firefox use esse serviço como seu Motor de Busca principal, selecione Comece Usando Agora, e clique Adicionar.
Já que você pode procurar pelo Google através da barra de endereço, você pode querer remover o Google desta lista. Para fazer isso, selecione sua entrada e clique Remover.

Personalize suas buscas
Você não precisa da barra de busca se você ajustar algumas palavras-chave de busca. Estes bookmarks especiais deixam você usar toda a ferramenta de busca diretamente da barra de endereço.

Primeiramente, acesse um site com capacidade de busca, tais como este site, clique com o botão direito no campo de busca do site e selecione Adicionar uma Palavra-Chave para esta Busca.

Na caixa de diálogo do Adicionar Bookmark, nomeie o atalho e dê-lhe um nome curto, fácil de lembrar, como PCW. Escolha uma pasta no menu clique OK.
Para testar o atalho, pressione +L para colocar o cursor na barra de endereço, digite PCW, e pressione Enter. Você verá uma lista dos mais melhores artigos da PC WORLD.
Procure páginas em um click

Encontrar a página certa é metade da batalha. Mas e se você tiver que encontrar uma palavra ou uma frase específica na página?

O Firefox tem um truque que faz procurar uma página ser fácil. Selecione Ferramentas, Opções. Clique o ícone Avançado, e então na aba Acessibilidade. Selecione o item Localizar ao digitar, e clique OK.

Agora você não precisa pressionar +F ou “/” para procurar uma palavra. É só começar a digitar e os links aparecerão.

Remova Seus Dados Confidenciais
O Firefox registra por onde você navegou para ajudar a retraçar suas etapas, bem como para reabrir as páginas que você visitou mais rapidamente. Mas esta característica pode comprometer sua privacidade deixando outras pessoas que usam seu PC verem o que você andou fazendo.
Os ajustes de segurança padrão do browser podem não descobrir o contrapeso da conveniência e da privacidade que é a melhor para você.

Para customizar esses ajustes, selecione Ferramentas, Opções, e clique no ícone Privacidade. A caixa de diálogo é dividida em três seções: Histórico, Cookies, e Dados Confidenciais.

  • Histórico: Você pode querer diminuir o número de dias que o Firefox salva seu histórico – o padrão são 9 dias. Se você não quer salvar seu histórico, desmarque a opção Lembrar páginas visitadas. Você pode também selecionar para não gravar os textos que você digitar na web ou em caixas de busca, e programas que você baixou.
  • Cookies: O Firefox 2.0 aceita quaisquer cookies que você não tenha proibido de exibir. Clique em Ferramentas, Opções, Privacidade, Cookies e selecione Permitir cookies e na caixa para Manter até, localizada abaixo. Selecione Eu fecho o Firefox. Para manter cookies de apenas alguns sites confiáveis, clique em Exceções e, na caixa de diálogo, entre as URLs disponíveis, clique Permitir para cada um e quando estiver pronto clique Sair e OK.
  • Dados Confidenciais: Para limpar as coisas regularmente, selecione Sempre limpar meus dados confidenciais quando eu fechar o Firefox. Clique então em Settings para ajustar as opções.

O que você deve deixar selecionado e não selecionado na caixa de diálogo Limpar dados confidenciais? Selecionar as seções do histórico e dos cookies cancelará todas as mudanças que você fez nas outras seções desta caixa de diálogo, assim deixe-as sem seleção.

Selecionando o Cache pode deixar o Firefox lento, mas provavelmente não o bastante se você tiver uma conexão rápida de Internet. Deletar senhas salvas é totalmente desnecessário. Você deve deixar esta opção selecionada. Depois que você clicar OK para fechar a caixa de diálogo Limpeza de dados confidenciais, desmarque a opção Me pergunte antes de limpar os dados confidenciais para evitar esta caixa de diálogo pop-up irritante.

Modifique seu histórico
O Firefox oferece caminhos para deletar páginas selecionadas do seu histórico e da barra de endereço enquanto retém o restante.
Para deletar uma entrada na barra de endereço, baixe no menu as páginas visitadas recentemente, selecione com o mouse o site e ao invés de clicar pressione Delete.
Para editar seu histórico, pressione +H para abrir a barra lateral com o histórico. Clique com o botão direito na página que quer remover e selecione Excluir. Se você quer deletar várias páginas, todas seguidas das outras (como seriam se fossem do mesmo site), clique com o botão direito na primeira e selecione Excluir. Quando sumir, a página seguinte ficará selecionada e você pode, apenas clicando Delete, ir excluindo todas.

Armazene senhas com segurança
É prática da boa segurança usar uma senha diferente para cada local que você visitar, embora possa ser difícil recordar todos. Infelizmente, o Gerenciador de senhas do Firefox não é realmente seguro a menos que você use a opção Master Password.

Para ajustar isto, selecione Ferramentas, Opções e clique em Segurança. Selecione Lembrar senhas para sites e Usar uma senha master.

Na caixa de diálogo da Mudança de senha master, incorpore uma senha que você possa recordar e que ninguém mais possa.
Uma vez que você ajustou sua senha master, controlar suas senhas da Web ficará fácil: Sempre que você incorpora uma senha em uma página, uma caixa de diálogo perguntará se você quer que o Firefox salve.

A próxima vez que você retornar a essa página, o browser preencherá automaticamente a senha — com uma exceção importante. Se esta for a primeira vez que você visita tal página desde que iniciou o Firefox, você terá que entrar com sua senha master.

Otimize para banda larga
Acredite ou não, o Firefox é mais eficaz para conexões discadas, por opção. Você precisa fazer alguns ajustes para ter melhor desempenho do browser através de DSL, cabo, ou outras ligações de banda larga.
Antes de mudar alguma coisa, faça back-up dos arquivos de configuração do Firefox (como indicado anteriormente).

Em seguida abra o Firefox e pressione +L para levar o cursor até a barra de endereço. Digite about:config e pressione .

Entre em network.http no filtro. Agora faça as seguintes mudanças: no campo Escolha Nome de preferência, dê clique duplo em network.http.pipelining para mudar para True.

Depois dê clique duplo em network.http.pipeling.maxrequests para subir a pop-up Editar valor inteiro. Mude para um número maior do que 4; 15 funcionou em nossos testes.Pressione Enter.
Dê duplo clique em network.http.proxy.pipelining, e mude para True. Clique com o botão direito em qualquer lugar da página e selecione Nova Opção, Inteira. Digite nglayout.initialpaint.delay e pressione Enter. Ajuste o valor para 0 (zero) e pressione Enter novamente.

Mova seus Bookmarks e ajustes para um novo PC
Surpreendente o bastante, o Firefox não inclui uma maneira óbvia, intuitiva de migrar os ajustes do programa para um PC novo.

No PC antigo, feche o Firefox, selecione Iniciar, Executar (Iniciar no Vista), digite %appdata%\mozilla e pressione Enter.

A janela resultante irá conter um arquivo chamado Firefox. Usando uma rede ou um drive externo, copie essa pastar para o PC novo.
No novo PC, instale, abre e depois feche o Firefox. Se ao reabrir não aparecer o assistente de importação, feche o Firefox e abra outra vez. Quando o assistente (que é inútil nesta situação) aparecer, pressione Cancelar e feche o Firefox.

Em seguida selecione Iniciar, Executar (somente Iniciar no Vista) digite %appdata%\mozilla e pressione Enter. Renomeie a pasta do Firefox para algo como frominstall e copie a pasta Firefox do seu PC antigo para esse local. Finalmente abra o Firefox e aprecie seus ajustes.
################################################## #####################
Nossa! Com essas dicas eu mudei para o firefox rapidinho.
Achei esse artigo bem completo e super interessante.
Fonte:http://pcworld.uol.com.br/dicas/2007…21.6089717357/

15 de maio de 2009 Posted by | dica, dicas, internet | Deixe um comentário

Ccleaner, remova arquivos desnecessários no computador para ganhar desempenho e espaço em disco.

Ccleaner, remova arquivos desnecessários no computador para ganhar desempenho e espaço em disco.

#fullpost{display:inline;}Você já quis dar um belo pontapé no computador?
Não se preocupe, muitos já pensaram nisto e outros até já fizeram.

A lerdeza da máquina é realmente irritante, ainda mais quando estamos com pressa. Sabe aquele momento em que estamos no MSN com aquela(e) garota(o) desejada(o) e o computador trava? Pois é, horrível mesmo.

Mas existe uma saída além da famosa formatação:

Como funciona?

Depois de instalado, execute-o e selecione os itens que deseja remover do computador — na opção Limpeza — e clique em Analisar, imediatamente o software faz uma busca por todo o sistema e retorna o que pode ser apagado — com o respectivo tamanho em disco que você pode recuperar.

Feito isso, clique em Executar Limpeza para que o conteúdo seja apagado definitivamente do Windows.

LIMPEZA

CCleaner é um dos varredores mais completos do gênero, possuindo uma vasta gama de opções para limpar arquivos desnecessários, confira logo abaixo.

Windows

Na aba Windows, o programa varrerá o disco rígido em busca de diversos tipos de arquivos desnecessários relacionados ao sistema, subdivididos pelas categorias Internet Explorer, Windows Explorer, Sistema e Avançado. De modo geral, o programa efetua as seguintes ações:

  • Limpeza por completo dos arquivos desnecessários do Internet Explorer, eliminando também rastros e históricos de navegação.
  • Limpeza das listas de arquivos utilizados recentemente, bem como palavras usadas em pesquisas, no Executar etc.
  • Eliminação dos itens desnecessários do sistema, como arquivos da Lixeira, fragmentos do verificador de discos, arquivos temporários etc.
  • Restauração das configurações padrões do sistema, como posição de ícones e atalhos do menu iniciar, dimensão das janelas, entre outros. Por padrão, esses itens encontram-se desabilitadas dentro da opção Avançado.
  • O CCleaner possui um algoritmo inteligente capaz de identificar a maioria dos softwares instalados em seu computador. Deste modo, o programa elimina os restos de arquivos de todas as aplicações encontradas, tornando a limpeza muito mais profunda e eficiente. Para facilitar a identificação dos itens detectados, o programa os organiza em categorias principais, tais como Internet, Multimídia, Utilitários e, é claro, os programas do Windows.

    REGISTRO

    O registro do sistema é um dos principais fatores que ditam o desempenho do computador. Por isso, é indispensável a realização de manutenções periódicas nele, visando sempre manter o Windows estável e rápido. Porém, por ser uma parte delicada do computador, muitos usuários temem em efetuar modificações nele, pois a simples alteração de um valor incorreto poderia até mesmo inutilizar o Windows.

    É verdade que no mercado existem inúmeros softwares que prometem limpar o registro e acabam destruindo o seu sistema. No entanto, tratando-se de registro, o CCleaner é imbatível. Ele simplesmente um dos softwares mais seguros para a remoção de entradas inválidas, sempre preservando a funcionalidade dos programas e do sistema como um todo.

    Confiabilidade

    Ao contrário dos utilitários concorrentes que saem removendo entradas sem apontar os motivos, este fantástico aplicativo exibe, um-a-um, as causas que levaram elas a serem identificadas como inválidas, fornecendo a você a chance de selecionar apenas o que deseja realmente remover. O escaneamento costuma ser rápido, e mais uma vez, o programa lhe disponibiliza uma série de itens a serem inclusos/exclusos da varredura.

    Para aumentar ainda mais a segurança, uma notificação para a realização de um backup de registro é exibida previamente a remoção das entradas encontradas. Não tenha medo de usar! Caso algum problema ocorra, é fácil recuperar tudo que foi removido.

    FERRAMENTAS

    Como se já não bastasse tantos recursos, o CCleaner traz de quebra duas ferramentas para você aprimorar ainda mais o desempenho da sua máquina. A primeira delas, Desinstalar Programas, serve como atalho para o Adicionar e Remover Programas do Windows. Nela você elimina por completo qualquer programa instalado em seu computador. Não pense que selecionar o ícone de um aplicativo e enviá-lo para a Lixeira faz o mesmo. Deste modo, estará eliminando apenas o atalho, mas o programa em si, permanecerá em seu computador ocupando espaço.

    A segunda ferramenta, Programas Iniciados com o Windows, pode ser a solução para um problema comum em milhares de computadores: a demora para iniciar o Windows. Esta lista exibe todos os arquivos que são executados assim que o sistema é iniciado. Sendo assim, quanto maior a quantidade, mais demorado será a inicialização. Verifique atentamente os softwares que não possuem necessidade de serem executados automaticamente e os remova da lista. Reinicie o computador e veja a diferença.

    Só não apague as entradas importantes para o computador, como antivírus, firewall, anti-spywares etc.
    O melhor de tudo é que o CCleaner é TOTALMENTE GRATUITO!

    * Desenvolvedor: Piriform
    * Tamanho: 2,8 MB
    * Roda em: Windows 98 ao Vista
    * Licença: Gratuito
    * Avaliação do Tutoriais na Net: 9,0

    Clique aqui para fazer o download do CCleaner.

    27 de abril de 2009 Posted by | computador, dica, dicas, hardware, pc | , , , , | Deixe um comentário

    Definindo um PC

    Vc sabe a diferça de software e hardware?
    Não,não…não é aquele conceito de software é o que vc chinga e hardware oque vc chuta.

    Vamos falar sério , definindo um PC
    Aqui está um modo de pensar sobre isso: um PC é um dispositivo de processamento de informações de propósito geral. Ele pode obter as informações de uma pessoa (através do teclado e mouse), de um dispositivo (igual a um disquete ou CD) ou da rede (através de um modem ou placa de rede) e processá-las. Uma vez processadas, as informações são exibidas para o usuário (no monitor), armazenadas em um dispositivo (como um disco rígido) ou enviadas para algum lugar na rede (de volta através do modem ou placa de rede).

    Temos muitos processadores de propósitos especiais em nossas vidas. Um MP3 Player é um computador próprio para processar arquivos de MP3. Ele não consegue fazer outra coisa. Um GPS é um computador próprio para manipular sinais GPS. Ele não consegue fazer outra coisa. Um gameboy é um computador próprio para administrar jogos, mas também não consegue fazer outra coisa. Um PC pode fazer tudo isso porque seus propósitos são gerais.

    Um PC é uma ferramenta de propósito geral construída em torno de um microprocessador. Ele tem muitas partes diferentes: memória, disco rígido, modem, etc, que funcionam juntas. O “propósito geral” significa que você pode fazer muitas coisas diferentes com um PC. É possível usá-lo para digitar documentos, enviar e-mails, navegar na Internet e jogar.

    Neste artigo, vamos falar sobre os PCs e as diferentes partes que o compõem. Você vai conhecer os vários componentes e saber como eles funcionam juntos em uma operação básica. Você também descobrirá o que o futuro reserva para estas máquinas.

    Vamos dar uma olhada nos componentes principais de um típico computador de mesa (desktop).

    * Unidade central de processamento (CPU). O “cérebro” do microprocessador do sistema de computador é chamado de unidade central de processamento. Tudo o que um computador faz é supervisionado pela CPU.

    * Memória. Esta é uma área de armazenamento rápida usada para guardar dados. Ela tem de ser rápida porque se conecta diretamente ao microprocessador. Há vários tipos específicos de memória em um computador:
    o memória RAM – usada para armazenar temporariamente as informações que o computador está manipulando no momento;
    o memória apenas de leitura (ROM) – um tipo permanente de armazenamento de memória usado pelo computador para dados importantes que não mudam;
    o Basic input/output system (BIOS) – um tipo de ROM que é usado pelo computador para estabelecer a comunicação básica quando o computador é iniciado;
    o Cache – a área de armazenamento dos dados freqüentemente usados em memória RAM, extremamente rápida, conectada diretamente à CPU;
    o Memória virtual – espaço no disco rígido usado para armazenar temporariamente dados na memória RAM, chaveando-os quando necessário;

    o Placa-mãe – placa de circuito principal à qual todos os outros componentes internos se conectam. A CPU e memória estão em geral na placa-mãe. Outros sistemas podem ser encontrados diretamente na placa-mãe ou conectados a ela através de uma conexão secundária. Por exemplo, uma placa de som pode estar presente na placa-mãe ou a ela ser conectada através do barramento PCI.

    o Fonte de alimentação – um transformador elétrico regula a eletricidade usada pelo computador.

    o Disco rígido – é um depósito permanente e de grande capacidade, que guarda informações como programas e documentos.

    o Sistema operacional – software básico que permite ao usuário interfacear com o computador.

    o Controlador IDE (Integrated Drive Electronics) – interface primária com o disco rígido, CD-ROM e drive de disquete.

    o Barramento PCI (Peripheral Component Interconnect) – maneira mais comum de conectar componentes adicionais ao computador, o PCI usa uma série de slots na placa-mãe nos quais as placas PCI se conectam.

    o SCSI (Small Computer System Interface) – pronuncia-se “scãzi” e é um método de adicionar dispositivos extras ao computador, como discos rígidos ou scanners.

    o AGP (Accelerated Graphics Port) – é uma conexão rápida usada pela placa gráfica para fazer a interface com o computador.

    o Placa de som – usada pelo computador para gravar e reproduzir áudio, convertendo som analógico em informações digitais e vice-versa.

    o Placa de vídeo – transforma os dados de imagem oriundos do computador em um formato que pode ser exibido pelo monitor.

    Conexões: entrada/saída
    Independente do quão potentes os componentes do seu computador são, você precisa de uma maneira de interagir com eles. Esta interação é chamada entrada/saída (I/O). Os tipos mais comuns de I/O nos PCs são:
    o monitor – o monitor é um dispositivo primário para exibir as informações do computador;

    o teclado – o teclado é um dispositivo primário para inserir informações no computador;

    o mouse – o mouse é um dispositivo primário para navegar e interagir com o computador;

    o armazenamento removível – os dispositivos de armazenamento removível permitem adicionar novas informações ao seu computador facilmente, além de salvar as informações que você quer transportar para um local diferente.

    + Disquete. Era a forma mais comum de armazenamento removível: baratos e de fácil utilização, eles foram substituídos pelos CD-ROMs, cuja capacidade de armazenamento é muito maior do que a do disquete.
    + CD-ROM. O CD-ROM (compact disc, read-only memory) é uma forma popular de distribuição de software comercial, e acabou transformando-se em mídia padrão de armazenamento de dados. Muitos sistemas agora oferecem CD-R (gravável) e CD-RW (regravável), os quais também permitem a gravação.
    + Memória flash. Baseada em um tipo de ROM chamada EEPROM (electrically erasable programmable read-only memory, ou memória apenas de leitura programável e apagável eletricamente), a memória Flash fornece armazenamento rápido e permanente. Os cartões CompactFlash, SmartMedia e PCMCIA são tipos de memória Flash.
    + DVD-ROM. O DVD-ROM (digital versatile disc, read-only memory) é semelhante ao CD-ROM, mas é capaz de guardar muito mais informações. Por sua capacidade de armazenamento, está substituindo o CD-ROM na preferência dos usuários para back-up, compartilhamento de arquivos, e gravação de dados.

    Conexões: portas
    o Paralela. Esta porta é geralmente usada para conectar uma impressora. Atualmente, as portas paralelas já não são mais a interface padrão das impressoras e dos computadores. Elas foram substituídas pela conexão USB, que permite transferência de dados mais rápida.
    o Serial. Esta porta é geralmente usada para conectar um modem externo. Também está em desuso. Nos sitemas atuais, a porta serial também foi substituída pela USB.
    o USB (Universal Serial Bus). Este barramento rapidamente se tornou a conexão externa mais popular porque as portas USB oferecem versatilidade e são muito fáceis de usar.
    o FireWire (IEEE 1394) – O FireWire é um método popular de conectar dispositivos de vídeo digital, como filmadoras e câmeras digitais, ao seu computador.

    Conexões: Internet/rede
    o Modem. Este é o método padrão de conexão com a Internet discada. A maioria dos computadores atuais já não vem com modem. Em seu lugar, está instalada uma placa de rede 10/100, que permite conexão com a Internet via banda larga.
    o Placa de rede local (LAN – Local Area Network). Esta placa é usada pela maioria dos computadores, em especial aqueles plugados em uma rede ethernet no escritório. A placa permite acessar a internet, via rede, e outros computadores que fazem parte da mesma rede.
    o Modem a cabo. Dispositivo que permite conexão à Internet usando a rede de cabos da TV a cabo. Esse tipo de conexão atinge velocidade de até 10 MBps.
    o Modem DSL (Digital Subscriber Line). Esta é uma conexão de alta velocidade que trabalha em uma linha telefônica padrão. Usa a estrutura das operadoras de telefonia, e é a mais usada no Brasil atualmente.
    o Modem VDSL (Very high bit-rate DSL). Versão mais nova do DSL, o modem VDSL requer que sua linha telefônica tenha cabos de fibra ótica.

    Ajudinha informatica

    27 de abril de 2009 Posted by | como usar, computador, dica, dicas, hardware, internet, O que é | Deixe um comentário