ajudinha informatica

blog com dicas e ajuda em informatica e conhecimentos em geral

Atualize seu navegador -Campanha para acabar com o uso de browsers obsoletos

Atualize seu navegador -Campanha para acabar com o uso de browsers obsoletos

Versões antigas e desatualizadas de navegadores têm problemas de segurança e não acompanham os novos padrões de desenvolvimento para a Internet. O Atualize seu navegador faz parte de um movimento internacional para eliminar os navegadores obsoletos do mercado.
Por que devo atualizar?

Navegadores antigos como o Internet Explorer 6 (lançado em 2001) não exibem sites dentro dos padrões web, são repletos de bugs, não oferecem as funcionalidades dos browsers atuais como navegação por abas ou gerenciador de downloads e estão submetidos a sérios problemas de segurança como vírus e malware.

Ainda comprometem a qualidade da exibição de sites e limitam a criação de desenvolvedores, que precisam perder tempo adaptando o site para rodar nesses navegadores obsoletos.

Qual navegador escolher?

Mozilla Firefox 3
  • Navegação mais segura
  • Amplo diretório de temas e plugins
  • Velocidade na média, uso de memória na média
  • Disponível em português
Internet Explorer 8
  • Navegação mais segura
  • Integrado com os serviços Microsoft
  • Velocidade rápida, usa pouca memória
  • Disponível em português
Google Chrome
  • Interface fácil e limpa
  • Integrado com os serviços Google
  • Velocidade rápida, usa pouca memória
  • Disponível em português
Opera Browser
  • Navegação mais segura
  • Diversas opções de customização
  • Velocidade rápida, uso de memória na média
  • Disponível em português
Apple Safari
  • Navegação mais segura
  • Versão para Windows ainda em testes
  • Velocidade rápida, usa pouca memória
Flock
  • Usa o mesmo motor que o Mozilla Firefox
  • Total integração com redes sociais
  • Velocidade na média, usa muita memória
  • Somente em inglês

Anúncios

8 de junho de 2009 Posted by | google, HTML, internet, internet explorer | | Deixe um comentário

Ubuntu 9.04: muito mais amigável e simples

Ubuntu 9.04: muito mais amigável e simples

Os criadores da plataforma baseada em Linux pretendem torna-la tão aceitável como o Windows

A versão mais atualizada do Ubuntu, a 9.04, foi lançada em abril deste ano. O Brasil é o terceiro maior adepto dessa distribuição do Linux – lembrando que o Linux possui várias versões chamadas de distribuições. E o Ubuntu agora quer ser conhecido como um sistema operacional simples, amigável e intuitivo. E para conferir as novidades dessa versão resolvemos instalar o Ubuntu e mostrar para você o que tem de bom e ruim nessa atualização.

Acesse abaixo os links para conhecer o Forum especializado em Ubuntu e também para realizar o download da plataforma:

UbuntuForum-BR

Download

25 de maio de 2009 Posted by | internet | | Deixe um comentário

Quinze dicas não documentadas sobre o Firefox que vão tornar sua experiência na internet mais agradável

Quinze dicas não documentadas sobre o Firefox que vão tornar sua experiência na internet mais agradável

Dicas para Mozzila Firefox
Enquanto o Internet Explorer continua sendo o navegador mais popular, existe uma razão pela qual muitos profissionais de TI – e dentre esses, muitos leitores de PC World – o tenham trocado pelo browser da Mozilla: controle.

O Firefox simplesmente oferece mais caminhos para personalizar a navegação, deixando que você resolva muito mais coisas num tempo menor.

Dentre as inúmeras facilidades que o programa oferece, selecionamos 15 dicas para você extrair o que há de melhor no Firefox.
Mantenha as abas em seu devido lugar
Uma das características mais apreciadas no Firefox é sua capacidade de exibir múltiplas páginas que você está visitando apenas clicando nas guias ou abas.

Mas você não precisa navegar pela barra de ferramentas para abrir uma nova guia; em vez disso, pressione +T para abrir uma nova guia em branco e digitar o endereço (o cursor já estará posicionado na caixa de endereços).
Para abrir um link na nova guia, clique com o botão direito sobre ele e selecione Abrir link em nova guia.
Você pode ter links, que normalmente abririam uma nova janela, em uma nova guia: selecione Ferramentas, Opções e clique no ícone Guia; escolha Nova guia e dê OK.


Para mover-se entre as guias pelo teclado, pressione + para abrir as guias à direita; ou ++ para ir à esquerda. Você também pode reorganizar suas abas bastando arrastá-las com o mouse.

Organize os bookmarks
Se você cria muitos bookmarks, mas não os mantém atualizados, suas páginas marcadas serão tão difíceis de achar quanto páginas desmarcadas.
Bookmarks são mais fáceis de gerenciar se você os coloca em pastas identificadas no menu Bookmarks. Por exemplo, salve enciclopédias online e outros sites referência em uma pasta chamada “Referência”.

Para organizar seus bookmarks, selecione Bookmarks, Organizar Bookmarks, para abrir o assistente. Lá você pode criar novas pastas, arrastar bookmarks para novas localidades e fazer outras mudanças.

Encontre um bom lugar para seus novos BookmarksUma vez que seus bookmarks estão em ordem, você irá mantê-los organizados colocando novos bookmarks em pastas apropriadas.
Quando quiser marcar a página atual, selecione Bookmarks, Criar Bookmark, ou pressione +D.


Na caixa de diálogo Adicione Bookmarks, clique na seta do menu para baixo para ver uma lista das pastas em que você tem colocado recentemente bookmarks novos.
Mas se você não vir a pasta desejada, clique na seta para baixo ao lado direito da opção Criar. Isto expande a caixa de diálogo do Adicione Bookmark, permitindo que você selecione qualquer pastas, ou crie uma nova. Quando estiver pronto, clique OK.

Deletar Bookmarks Inativos
Mesmo que organizados bem, uma extensa lista de bookmarks não ajuda se você tiver de ficar procurando o atalho que você necessita.

Se um submenu do Bookmarks tiver muitas entradas, clique com o botão direito e selecione Abrir tudo em guias. Como o nome implica, este comando abre cada Bookmark listado na pasta, em uma aba nova.

Se em alguma aba aparece algo como 404 não encontrado, a página não está mais disponível. Clique na aba, anote o URL na barra de endereço, e delete o atalho correspondente do menu.
Se você não puder verificar a URL pelo Bookmark, você pode geralmente adivinhar qual está com a conexão ruim, observando quais os outros que estão ao lado dele (as abas abrem na ordem que os Bookmarks estão listados). Ou clique com o direito em Bookmark, selecione Propriedades, e compare o URL no bookmark com o que está na aba.

Para fechar todas as janelas e só manter uma, clique com o botão direito na página que quer manter aberta e selecione Fechar outras guias.

Se você acidentalmente fechou uma página que não queria, pressione ++T para trazê-la de volta.

Ganhe tempo com atalhos
Um jeito infalível de melhorar a velocidade de sua navegação é deixar seu mouse de lado e controlar o Firefox pelo teclado. Aqui estão algumas dicas úteis (mas nem sempre óbvias):
Para entrar a URL ou procurar por um na barra de endereço, pressione +L.

Ao digitar um domínio na barra de endereço, não se preocupe em adicionar “.com”. Em vez disso, pressione + para inserir esse sufixo e ir para a página desejada. Outros endereços: “.org”, use ++; “.net”, +.
Para entrar com os critérios de busca dentro da barra de pesquisa, pressione +K. Depois pressione e a seta para baixo ou para cima, para escolher a página de pesquisa disponível.

Para procurar textos na página utilizada, pressione +F para abrir a caixa Localizar, ou apenas pressione “/” (a tecla da barra) para chegar ao mesmo destino. Qual a diferença? A primeira oferece algumas opções básicas de busca; já o segundo nada além da caixa de texto para entrar com o termo a ser pesquisado. Para localizar a próxima ocorrência, pressione .

Dois atalhos para ajudar a leitura
Para aumentar e diminuir o tamanho da tela, pressione . E para aumentar e diminuir o tamanho da fonte, pressione += e +-, respectivamente.

Melhor opção para o Google Search
Uma das características as mais legais do Firefox (também não documentada) é sua habilidade de procurar um termo diretamente pela barra de endereço.

Se você digitar um termo qualquer na barra de endereços e teclar Enter, o browser redireciona para o Google e busca aquele termo automaticamente.
Mas atenção: estes resultados são os que provêm do Estou com sorte do Google. Assim, você é remetido à página mais popular que combina seus critérios. Somente se não há nenhum vencedor que será listado tudo que for encontrado.
Se você prefere não confiar à sorte ao Google, mude este ajuste editando os arquivos de configuração do Firefox. Este é um arquivo importante, então faça um back-up primeiramente — veja abaixo “Back up do Firefox Registry” para detalhes.

Com seu back-up no lugar, digite about:config na barra de endereços do Firefox e pressione Enter. No campo do filtro da página resultante, clique em Keyword (você não terá que pressionar Enter esta vez).
Dê duplo clique em keyword.URL, irá aparecer o link: http://www.google.com/search?btnG=Google+Search&q=. Clique em OK.

Agora quando você digitar um termo para busca na barra de endereço, você terá a página completa com os resultados da pesquisa, como você você tivesse feito essa busca diretamente na página do Google.
Se você decidir depois que deveria confiar no Google, você pode reverter repetindo os mesmo passos do item anterior, porém o link que deverá aparecer é: http://www.google.com/search?ie=UTF-…lient&gfns=1&q=.

Back up do Firefox Registry
A tela de about:config do Firefox é como a do Windows Registry — contém informações importantes, mas é lento e perigoso de mexer em seu conteúdo.

Então mantenha-o seguro fazendo o back-up da configuração antes de fazer qualquer mudança em seu conteúdo.


Para tal, feche o Firefox, selecione Iniciar, Executar (ou somente Iniciar no Vista), digite %appdata%\mozilla\firefox\profiles, e pressione Enter.

A janela resultante do Windows Explorer conterá um arquivo com um nome muito estranho, como 4hw0enat.default. Abra essa pasta, e copie então o arquivo prefs.js para um local seguro.

Melhor ainda, certifique-se de que a pasta dos perfis está incluída em sua rotina diária de back-up regular. Caso algo de errado e o Firefox deixe de funcionar, feche o programa e copie o backup de prefs.js para sua posição original.

Adicione na barra de busca
Você pode adicionar, remover e organizar os serviços listados na barra de busca no canto direito da janela do Firefox.

Para fazer isso, clique na área à esquerda da caixa de busca e selecione Controle dos Motores de Busca no menu abaixo que aparece a esquerda. Na caixa de diálogo do Controle dos Motores de Busca, clique Mais Motores de Busca para ver uma lista de serviços de busca disponíveis.


Para adicionar um, selecione-o e clique em Adicionar. Se você quiser que o Firefox use esse serviço como seu Motor de Busca principal, selecione Comece Usando Agora, e clique Adicionar.
Já que você pode procurar pelo Google através da barra de endereço, você pode querer remover o Google desta lista. Para fazer isso, selecione sua entrada e clique Remover.

Personalize suas buscas
Você não precisa da barra de busca se você ajustar algumas palavras-chave de busca. Estes bookmarks especiais deixam você usar toda a ferramenta de busca diretamente da barra de endereço.

Primeiramente, acesse um site com capacidade de busca, tais como este site, clique com o botão direito no campo de busca do site e selecione Adicionar uma Palavra-Chave para esta Busca.

Na caixa de diálogo do Adicionar Bookmark, nomeie o atalho e dê-lhe um nome curto, fácil de lembrar, como PCW. Escolha uma pasta no menu clique OK.
Para testar o atalho, pressione +L para colocar o cursor na barra de endereço, digite PCW, e pressione Enter. Você verá uma lista dos mais melhores artigos da PC WORLD.
Procure páginas em um click

Encontrar a página certa é metade da batalha. Mas e se você tiver que encontrar uma palavra ou uma frase específica na página?

O Firefox tem um truque que faz procurar uma página ser fácil. Selecione Ferramentas, Opções. Clique o ícone Avançado, e então na aba Acessibilidade. Selecione o item Localizar ao digitar, e clique OK.

Agora você não precisa pressionar +F ou “/” para procurar uma palavra. É só começar a digitar e os links aparecerão.

Remova Seus Dados Confidenciais
O Firefox registra por onde você navegou para ajudar a retraçar suas etapas, bem como para reabrir as páginas que você visitou mais rapidamente. Mas esta característica pode comprometer sua privacidade deixando outras pessoas que usam seu PC verem o que você andou fazendo.
Os ajustes de segurança padrão do browser podem não descobrir o contrapeso da conveniência e da privacidade que é a melhor para você.

Para customizar esses ajustes, selecione Ferramentas, Opções, e clique no ícone Privacidade. A caixa de diálogo é dividida em três seções: Histórico, Cookies, e Dados Confidenciais.

  • Histórico: Você pode querer diminuir o número de dias que o Firefox salva seu histórico – o padrão são 9 dias. Se você não quer salvar seu histórico, desmarque a opção Lembrar páginas visitadas. Você pode também selecionar para não gravar os textos que você digitar na web ou em caixas de busca, e programas que você baixou.
  • Cookies: O Firefox 2.0 aceita quaisquer cookies que você não tenha proibido de exibir. Clique em Ferramentas, Opções, Privacidade, Cookies e selecione Permitir cookies e na caixa para Manter até, localizada abaixo. Selecione Eu fecho o Firefox. Para manter cookies de apenas alguns sites confiáveis, clique em Exceções e, na caixa de diálogo, entre as URLs disponíveis, clique Permitir para cada um e quando estiver pronto clique Sair e OK.
  • Dados Confidenciais: Para limpar as coisas regularmente, selecione Sempre limpar meus dados confidenciais quando eu fechar o Firefox. Clique então em Settings para ajustar as opções.

O que você deve deixar selecionado e não selecionado na caixa de diálogo Limpar dados confidenciais? Selecionar as seções do histórico e dos cookies cancelará todas as mudanças que você fez nas outras seções desta caixa de diálogo, assim deixe-as sem seleção.

Selecionando o Cache pode deixar o Firefox lento, mas provavelmente não o bastante se você tiver uma conexão rápida de Internet. Deletar senhas salvas é totalmente desnecessário. Você deve deixar esta opção selecionada. Depois que você clicar OK para fechar a caixa de diálogo Limpeza de dados confidenciais, desmarque a opção Me pergunte antes de limpar os dados confidenciais para evitar esta caixa de diálogo pop-up irritante.

Modifique seu histórico
O Firefox oferece caminhos para deletar páginas selecionadas do seu histórico e da barra de endereço enquanto retém o restante.
Para deletar uma entrada na barra de endereço, baixe no menu as páginas visitadas recentemente, selecione com o mouse o site e ao invés de clicar pressione Delete.
Para editar seu histórico, pressione +H para abrir a barra lateral com o histórico. Clique com o botão direito na página que quer remover e selecione Excluir. Se você quer deletar várias páginas, todas seguidas das outras (como seriam se fossem do mesmo site), clique com o botão direito na primeira e selecione Excluir. Quando sumir, a página seguinte ficará selecionada e você pode, apenas clicando Delete, ir excluindo todas.

Armazene senhas com segurança
É prática da boa segurança usar uma senha diferente para cada local que você visitar, embora possa ser difícil recordar todos. Infelizmente, o Gerenciador de senhas do Firefox não é realmente seguro a menos que você use a opção Master Password.

Para ajustar isto, selecione Ferramentas, Opções e clique em Segurança. Selecione Lembrar senhas para sites e Usar uma senha master.

Na caixa de diálogo da Mudança de senha master, incorpore uma senha que você possa recordar e que ninguém mais possa.
Uma vez que você ajustou sua senha master, controlar suas senhas da Web ficará fácil: Sempre que você incorpora uma senha em uma página, uma caixa de diálogo perguntará se você quer que o Firefox salve.

A próxima vez que você retornar a essa página, o browser preencherá automaticamente a senha — com uma exceção importante. Se esta for a primeira vez que você visita tal página desde que iniciou o Firefox, você terá que entrar com sua senha master.

Otimize para banda larga
Acredite ou não, o Firefox é mais eficaz para conexões discadas, por opção. Você precisa fazer alguns ajustes para ter melhor desempenho do browser através de DSL, cabo, ou outras ligações de banda larga.
Antes de mudar alguma coisa, faça back-up dos arquivos de configuração do Firefox (como indicado anteriormente).

Em seguida abra o Firefox e pressione +L para levar o cursor até a barra de endereço. Digite about:config e pressione .

Entre em network.http no filtro. Agora faça as seguintes mudanças: no campo Escolha Nome de preferência, dê clique duplo em network.http.pipelining para mudar para True.

Depois dê clique duplo em network.http.pipeling.maxrequests para subir a pop-up Editar valor inteiro. Mude para um número maior do que 4; 15 funcionou em nossos testes.Pressione Enter.
Dê duplo clique em network.http.proxy.pipelining, e mude para True. Clique com o botão direito em qualquer lugar da página e selecione Nova Opção, Inteira. Digite nglayout.initialpaint.delay e pressione Enter. Ajuste o valor para 0 (zero) e pressione Enter novamente.

Mova seus Bookmarks e ajustes para um novo PC
Surpreendente o bastante, o Firefox não inclui uma maneira óbvia, intuitiva de migrar os ajustes do programa para um PC novo.

No PC antigo, feche o Firefox, selecione Iniciar, Executar (Iniciar no Vista), digite %appdata%\mozilla e pressione Enter.

A janela resultante irá conter um arquivo chamado Firefox. Usando uma rede ou um drive externo, copie essa pastar para o PC novo.
No novo PC, instale, abre e depois feche o Firefox. Se ao reabrir não aparecer o assistente de importação, feche o Firefox e abra outra vez. Quando o assistente (que é inútil nesta situação) aparecer, pressione Cancelar e feche o Firefox.

Em seguida selecione Iniciar, Executar (somente Iniciar no Vista) digite %appdata%\mozilla e pressione Enter. Renomeie a pasta do Firefox para algo como frominstall e copie a pasta Firefox do seu PC antigo para esse local. Finalmente abra o Firefox e aprecie seus ajustes.
################################################## #####################
Nossa! Com essas dicas eu mudei para o firefox rapidinho.
Achei esse artigo bem completo e super interessante.
Fonte:http://pcworld.uol.com.br/dicas/2007…21.6089717357/

15 de maio de 2009 Posted by | dica, dicas, internet | Deixe um comentário

Redes sociais

Redes sociais

Quem não está cadastrado em alguma rede social que atire a primeira pedra! Seja Orkut, MySpace, Facebook, Windows Live Space, Multiply, Twitter e por aí vai, mesmo que só se cadastre e atualize pouco, é raro encontrar alguém que não esteja por lá. Por que será, afinal, que todo mundo acaba se interessando por esse tipo de serviço? Solidão, necessidade de estar conectado com amigos e conhecidos ou de fazer parte de uma tribo, um grupo, mesmo que seja virtual?

As respostas podem ser muitas e variadas, mas o fato é que o fenômeno rede social começou a se delinear, no Brasil, com a adesão em massa ao Orkut, que só no país já tem mais de 40 milhões de cadastrados. Foi lá que muita gente se encontrou e reencontrou, que vidas foram expostas, que fotos foram publicadas, que comunidades se formaram e, como não podia deixar de ser, que problemas apareceram. Pois onde há gente há confusão, certo?

Hoje, não se imagina mais a internet sem as tais redes de relacionamento, mesmo porque a internet já se entranhou de tal forma em nossas vidas que seria a mesma coisa que ficar sem telefone ou qualquer outra forma de manter contato com quem amamos.

Agora, um interessante estudo publicado pela IBM antecipa o que já podia ser previsto por todos nós – as redes sociais tendem a crescer e a alcançar um público cada vez maior, ainda mais porque só agora os indivíduos pertencentes às classes sociais C, D e E estão tendo contato com a rede mundial de computadores e, assim, passam a formar suas próprias tribos.

O estudo, realizado pelo Institute for Business Value (IBV) da IBM, denominado “Transformando o Papel da Indústria de Telecomunicação”, destaca que os fornecedores de soluções de telecomunicação devem criar novos serviços que atendam às necessidades dos usuários das redes sociais.

De acordo com a análise, até 2012 o número desses internautas (ou seja, dos que usam redes sociais na internet) ultrapassará 800 milhões e o tráfego na internet alcançará 20 mil petabytes por mês. Em junho do ano passado (2008), este público já representava cerca de dois terços dos usuários de internet no mundo. E todo esse povo troca muita informação, seja no formato de música, vídeo ou texto.

A previsão do IBV é que 90% do consumo de banda larga do tráfego da internet seja direcionado para as redes sociais até o ano de 2012. Entre as ferramentas que devem apresentar maior crescimento neste período estão a TV pela internet, com um aumento de 104%; comunicações por vídeo, que crescerão 44%; games, cuja utilização crescerá 30%, e Voz sobre IP, que deve crescer 24% até 2012.

O estudo aponta ainda que as redes sociais ultrapassaram a fronteiras dos relacionamentos pessoais e já estão sendo utilizadas também para prover a interação entre empresas, clientes e parceiros de negócios. Segundo dados coletados pela pesquisa, 69% dos profissionais já utilizam aplicativos para aumentar a colaboração entre profissionais. Enquanto isso, 55% agilizam o tempo de resposta e outros 36% pretendem diminuir os custos de TI com o uso deste tipo de ferramenta.

E quanto mais crescem as ofertas de redes sociais – a ideia, agora, é que tais serviços fiquem cada vez mais segmentados, buscando atender a todo tipo de perfil humano – os internautas se mostram cada vez mais atentos e exigentes às novidades e facilidades que a web oferece. Os números não mentem: dentre os principais interesses dos internautas, hoje, estão sites como Facebook e MySpace, atendendo seus objetivos de colaboração, principalmente para contatos pessoais.

De acordo com os entrevistados ouvidos pelo IBV, 69% usam essas ferramentas para interagir com amigos e familiares; 65% aproveitam para trocar mensagens com parentes distantes; 47% tentam localizar amigos que perderam contato e 29% buscam informações sobre músicas e bandas. No dia em que a banda larga no Brasil se torne realmente larga (por enquanto ainda estamos engatinhando rumo a uma internet veloz), pode ser que o uso e compartilhamento de arquivos (música, vídeo, TV pela internet, etc) realmente “bombe” por aqui.

É um caminho sem volta: cada vez mais a web será utilizada para compartilhar vídeos, fotos e outros conteúdos multimídia que permitam enriquecer a experiência internáutica dos usuários. Segundo a IBM, tal aumento de interatividade desperta o interesse do internauta em usar ainda mais a web no seu cotidiano e desafia as organizações a desenvolverem serviços diferenciados.

Vale lembrar que a caminhada das redes virtuais de relacionamento ainda está no início, isso se considerarmos sua chegada em massa nos smartphones e netbooks – a maior parte dos modelos topo de linha já trazem aplicativos como Facebook e MySpace pré-carregados, ou seja, prontos para usar. Abre-se, aqui, um novo caminho que só começa a ser trilhado. Preveem os especialistas que a mobilidade pode vir a mudar radicalmente a forma como lidamos com nossas redes sociais, virtuais ou não. Isso porque elas estarão sempre ali, à mão, onde quer que estejamos.

É claro que como tudo na vida, as redes sociais também têm seu lado positivo e o negativo. Em primeiro lugar, há de se ficar de olho em quem faz parte do círculo de amizade, tal qual na vida real. Não é à toa que as ferramentas já oferecem filtros de acesso a determinados tipos de conteúdo. Vigilância constante sobre o que as crianças fazem nas redes sociais também é fundamental, uma vez que elas são uma porta de entrada para que os estranhos possam invadir a privacidade alheia. Nunca é demais bater na tecla de que mesmo no ciberespaço as pessoas continuam sendo “humanas”, com seus erros e defeitos.

11 de maio de 2009 Posted by | entretenimento, internet | Deixe um comentário

Definindo um PC

Vc sabe a diferça de software e hardware?
Não,não…não é aquele conceito de software é o que vc chinga e hardware oque vc chuta.

Vamos falar sério , definindo um PC
Aqui está um modo de pensar sobre isso: um PC é um dispositivo de processamento de informações de propósito geral. Ele pode obter as informações de uma pessoa (através do teclado e mouse), de um dispositivo (igual a um disquete ou CD) ou da rede (através de um modem ou placa de rede) e processá-las. Uma vez processadas, as informações são exibidas para o usuário (no monitor), armazenadas em um dispositivo (como um disco rígido) ou enviadas para algum lugar na rede (de volta através do modem ou placa de rede).

Temos muitos processadores de propósitos especiais em nossas vidas. Um MP3 Player é um computador próprio para processar arquivos de MP3. Ele não consegue fazer outra coisa. Um GPS é um computador próprio para manipular sinais GPS. Ele não consegue fazer outra coisa. Um gameboy é um computador próprio para administrar jogos, mas também não consegue fazer outra coisa. Um PC pode fazer tudo isso porque seus propósitos são gerais.

Um PC é uma ferramenta de propósito geral construída em torno de um microprocessador. Ele tem muitas partes diferentes: memória, disco rígido, modem, etc, que funcionam juntas. O “propósito geral” significa que você pode fazer muitas coisas diferentes com um PC. É possível usá-lo para digitar documentos, enviar e-mails, navegar na Internet e jogar.

Neste artigo, vamos falar sobre os PCs e as diferentes partes que o compõem. Você vai conhecer os vários componentes e saber como eles funcionam juntos em uma operação básica. Você também descobrirá o que o futuro reserva para estas máquinas.

Vamos dar uma olhada nos componentes principais de um típico computador de mesa (desktop).

* Unidade central de processamento (CPU). O “cérebro” do microprocessador do sistema de computador é chamado de unidade central de processamento. Tudo o que um computador faz é supervisionado pela CPU.

* Memória. Esta é uma área de armazenamento rápida usada para guardar dados. Ela tem de ser rápida porque se conecta diretamente ao microprocessador. Há vários tipos específicos de memória em um computador:
o memória RAM – usada para armazenar temporariamente as informações que o computador está manipulando no momento;
o memória apenas de leitura (ROM) – um tipo permanente de armazenamento de memória usado pelo computador para dados importantes que não mudam;
o Basic input/output system (BIOS) – um tipo de ROM que é usado pelo computador para estabelecer a comunicação básica quando o computador é iniciado;
o Cache – a área de armazenamento dos dados freqüentemente usados em memória RAM, extremamente rápida, conectada diretamente à CPU;
o Memória virtual – espaço no disco rígido usado para armazenar temporariamente dados na memória RAM, chaveando-os quando necessário;

o Placa-mãe – placa de circuito principal à qual todos os outros componentes internos se conectam. A CPU e memória estão em geral na placa-mãe. Outros sistemas podem ser encontrados diretamente na placa-mãe ou conectados a ela através de uma conexão secundária. Por exemplo, uma placa de som pode estar presente na placa-mãe ou a ela ser conectada através do barramento PCI.

o Fonte de alimentação – um transformador elétrico regula a eletricidade usada pelo computador.

o Disco rígido – é um depósito permanente e de grande capacidade, que guarda informações como programas e documentos.

o Sistema operacional – software básico que permite ao usuário interfacear com o computador.

o Controlador IDE (Integrated Drive Electronics) – interface primária com o disco rígido, CD-ROM e drive de disquete.

o Barramento PCI (Peripheral Component Interconnect) – maneira mais comum de conectar componentes adicionais ao computador, o PCI usa uma série de slots na placa-mãe nos quais as placas PCI se conectam.

o SCSI (Small Computer System Interface) – pronuncia-se “scãzi” e é um método de adicionar dispositivos extras ao computador, como discos rígidos ou scanners.

o AGP (Accelerated Graphics Port) – é uma conexão rápida usada pela placa gráfica para fazer a interface com o computador.

o Placa de som – usada pelo computador para gravar e reproduzir áudio, convertendo som analógico em informações digitais e vice-versa.

o Placa de vídeo – transforma os dados de imagem oriundos do computador em um formato que pode ser exibido pelo monitor.

Conexões: entrada/saída
Independente do quão potentes os componentes do seu computador são, você precisa de uma maneira de interagir com eles. Esta interação é chamada entrada/saída (I/O). Os tipos mais comuns de I/O nos PCs são:
o monitor – o monitor é um dispositivo primário para exibir as informações do computador;

o teclado – o teclado é um dispositivo primário para inserir informações no computador;

o mouse – o mouse é um dispositivo primário para navegar e interagir com o computador;

o armazenamento removível – os dispositivos de armazenamento removível permitem adicionar novas informações ao seu computador facilmente, além de salvar as informações que você quer transportar para um local diferente.

+ Disquete. Era a forma mais comum de armazenamento removível: baratos e de fácil utilização, eles foram substituídos pelos CD-ROMs, cuja capacidade de armazenamento é muito maior do que a do disquete.
+ CD-ROM. O CD-ROM (compact disc, read-only memory) é uma forma popular de distribuição de software comercial, e acabou transformando-se em mídia padrão de armazenamento de dados. Muitos sistemas agora oferecem CD-R (gravável) e CD-RW (regravável), os quais também permitem a gravação.
+ Memória flash. Baseada em um tipo de ROM chamada EEPROM (electrically erasable programmable read-only memory, ou memória apenas de leitura programável e apagável eletricamente), a memória Flash fornece armazenamento rápido e permanente. Os cartões CompactFlash, SmartMedia e PCMCIA são tipos de memória Flash.
+ DVD-ROM. O DVD-ROM (digital versatile disc, read-only memory) é semelhante ao CD-ROM, mas é capaz de guardar muito mais informações. Por sua capacidade de armazenamento, está substituindo o CD-ROM na preferência dos usuários para back-up, compartilhamento de arquivos, e gravação de dados.

Conexões: portas
o Paralela. Esta porta é geralmente usada para conectar uma impressora. Atualmente, as portas paralelas já não são mais a interface padrão das impressoras e dos computadores. Elas foram substituídas pela conexão USB, que permite transferência de dados mais rápida.
o Serial. Esta porta é geralmente usada para conectar um modem externo. Também está em desuso. Nos sitemas atuais, a porta serial também foi substituída pela USB.
o USB (Universal Serial Bus). Este barramento rapidamente se tornou a conexão externa mais popular porque as portas USB oferecem versatilidade e são muito fáceis de usar.
o FireWire (IEEE 1394) – O FireWire é um método popular de conectar dispositivos de vídeo digital, como filmadoras e câmeras digitais, ao seu computador.

Conexões: Internet/rede
o Modem. Este é o método padrão de conexão com a Internet discada. A maioria dos computadores atuais já não vem com modem. Em seu lugar, está instalada uma placa de rede 10/100, que permite conexão com a Internet via banda larga.
o Placa de rede local (LAN – Local Area Network). Esta placa é usada pela maioria dos computadores, em especial aqueles plugados em uma rede ethernet no escritório. A placa permite acessar a internet, via rede, e outros computadores que fazem parte da mesma rede.
o Modem a cabo. Dispositivo que permite conexão à Internet usando a rede de cabos da TV a cabo. Esse tipo de conexão atinge velocidade de até 10 MBps.
o Modem DSL (Digital Subscriber Line). Esta é uma conexão de alta velocidade que trabalha em uma linha telefônica padrão. Usa a estrutura das operadoras de telefonia, e é a mais usada no Brasil atualmente.
o Modem VDSL (Very high bit-rate DSL). Versão mais nova do DSL, o modem VDSL requer que sua linha telefônica tenha cabos de fibra ótica.

Ajudinha informatica

27 de abril de 2009 Posted by | como usar, computador, dica, dicas, hardware, internet, O que é | Deixe um comentário